Sei que um mestrado na Europa é um sonho para muitos

Como entrei no mestrado em Lisboa

Recebo inúmeras dúvidas sobre meu curso. Sei que um mestrado na Europa é um sonho para muitos, e ele pode ser mais simples do que parece. (soou como livro de autoajuda agora! ahhaha)

Há muito tempo queria fazer mestrado, e tinha como meta estudar na PUC-SP, que desenvolve uma linha de pensamento muito parecida com a que costumo concordar. Só que logisticamente não era viável. Ou eu largaria o emprego no Rio de Janeiro e viveria de luz em São Paulo, ou enfrentaria a ponte-aérea duas vezes por semana.

Já que era pra passar sufoco financeiro, que fosse na Europa, ao lado da melhor processualista que conheço, a Profª. Paula Costa e Silva.

Comecei a fuçar tudo e mais um pouco na internet sobre a Paula. Sabia apenas que ela tinha escrito “Acto e Processo” e orientado Fredie Didier Jr e Leonardo Carneiro da Cunha no pós-doutorado.

Descobri que ela dava aula na Universidade de Lisboa – conhecida aqui como “a clássica”. E me inscrevi pela internet. Simples assim… um formulário que preenchi em poucos minutos e o upload de alguns documentos (diploma da graduação, histórico escolar da graduação, passaporte, etc). O processo de candidatura para o mestrado está especificado em detalhes no site da faculdade: http://www.fd.ulisboa.pt/

Após me candidatar, fui atrás de maiores informações. O Leo Cunha me passou o contato do Prof. Miguel Teixeira de Sousa (catedrático da FDUL), e enviei um email falando da minha candidatura ao mestrado – nunca recebi resposta, então não faço ideia se isso gerou frutos.

Só sei que depois de um tempo – quando já havia até perdido as esperanças – foi divulgada a lista dos alunos classificados para o mestrado dos anos de 2015/2016. Do dia dessa lista até o início das aulas eu teria menos de 20 dias! Podem imaginar a loucura que foi organizar tudo, do dia pra noite: comunicar a saída do emprego; vender o carro; vender meus móveis; vender todo tipo de cacareco que tinha em casa (talheres, pratos, copos, quadros, etc); vender minhas roupas (sim, até as roupas eu vendi!); comprar passagem; tirar visto (não deu tempo, ficou pra depois); conseguir a documentação para a faculdade; arrumar um lugar pra morar em Lisboa, etc.

Enfim, se você está pensando em fazer isso, e tiver CR (coeficiente de rendimento) da graduação superior a 8.0, organize-se já. Quando cheguei aqui, descobri que a maioria dos candidatos com CR acima de 8.0 é aprovada.

Vou continuar postando sobre o mestrado e a vida em Lisboa aqui no site. Se for do seu interesse basta seguir a tag: “Mais sobre a Bia“, ou enviar sua dúvida aqui nos comentários ↓.

=)

 


NOVO: Já conhece as vídeo-aulas? Acesse aqui e aprenda sobre o novo CPC de forma leve e descontraída.

Como já sabem, vou seguir com publicações frequentes aqui no site, e em minha página do Facebook, e além da coluna no JusBrasil. Me acompanhe e fique por dentro das novidades do Processo Civil.

,