Como fugir do efeito suspensivo da apelação?

Como fugir do efeito suspensivo da apelação?

Sabe quando falamos pro cliente que ele ganhou a ação, mas vai ter que esperar os recursos? Ele precisa esperar, com sentença de procedência emoldurada na parede, enquanto o réu não se preocupa com penhora, leilão ou coisas do tipo…

Não parece justo, que após reconhecido seu direito por um juiz, o vencedor ainda tenha que aguardar o julgamento pelo Tribunal para começar a tomar medidas para cumprir a sentença.

Há maneiras de fazer diferente: Tutela de evidência deferida na sentença.

Como? Assim:

O art. 1.012, §1º, inciso V diz que começa a produzir efeito, imediatamente, a sentença que “confirma, concede ou revoga tutela provisória. Como o Novo CPC incluiu a tutela de evidência dentre os tipos de tutela provisória, se ela for concedida na sentença, a parte vencedora poderá requerer o cumprimento provisório, assim que publicada a sentença.

Mas cuidado com a tutela de evidência. Ela serve para muitas outras coisas. E para continuar a conversa, a Carolina Uzeda explica hoje no Processualistas, todas as hipóteses de cabimento da tutela de evidência, em suas maiores nuances. Para ler o artigo, clique aqui: http://goo.gl/GqaCws

 


NOVO: Já conhece as vídeo-aulas? Acesse aqui e aprenda sobre o novo CPC de forma leve e descontraída.

Como já sabem, vou seguir com publicações frequentes aqui no site, e em minha página do Facebook, e além da coluna no JusBrasil. Me acompanhe e fique por dentro das novidades do Processo Civil.

, , , , ,