Qual a mensalidade? Tem bolsa de estudos? Alojamento? E o custo de vida?

Quanto gasta-se para fazer mestrado na Universidade de Lisboa?

Venho adiando ao máximo responder a essas perguntas, tão frequentes em minha caixa de emails. Não que eu seja antipática, mas são questões muito particulares, e minha resposta pode não se adequar à sua realidade. Mas vamos ao desafio:

Quanto custa o mestrado na Universidade de Lisboa? É gratuito?

Vou limitar minhas respostas ao mestrado em Direito e Ciências Jurídicas (especialidade Direito Civil) – que foi o recomendado por mim neste post (ver aqui). Custo total de € 2.700,00 (euros) – parcelas de € 167,00 no primeiro ano, e € 134,00 no segundo. Mais detalhes aqui.

Tem bolsa de estudos para brasileiros?

Sim. A bolsa cobre apenas o valor da mensalidade por 1 ano (eles chamam mensalidade de propina). Se você tem nacionalidade portuguesa, sua obtenção de bolsa será muito mais simples, mas brasileiros podem conseguir também – já aviso que será praticamente impossível. Eles exigem que brasileiros apresentem um documento (atestado que se enquadra no estatuto da igualdade, ou algo do tipo) muito difícil de ser obtido por conta da burocracia, e além disso, comprove sua hipossuficiência financeira (ver mais detalhes aqui). Caso tenha nacionalidade de outro país da comunidade européia, deverá comprovar autorização para residência permanente em Portugal.

Há também bolsas de mérito aos melhores alunos – concedida ao final do curso, se não me engano. Confira melhor aqui.

Tem alojamento da faculdade?

Em tese sim, mas é quase um ornitorrinco… sei que existe, mas nunca vi, nem conheço ninguém que tenha conseguido vaga. Saí do Brasil convicta que moraria em um desses alojamentos. Pelo site parecia muito simples, afinal são diversas opções e um preço acessível. Cheguei a Portugal dentro do prazo para inscrições, e possuía todos os requisitos necessários (confira aqui essas informações). Fui ao local indicado, me pediram diversos documentos… providenciei um por um e voltei. Daí o funcionário me incluiu em uma lista de espera e me confidenciou que provavelmente eu nunca teria resposta, já que não sou africana, nem possuo necessidades financeiras comprovadas…. disse que eles dão preferência a quem precisa mais, e que essa escolha é discricionária. Veja: nada disso está especificado no site. Ou seja, brasileiro não tem vez nos alojamentos (segundo o funcionário da faculdade – não sei se é verdade). Realmente, após 1 ano, ainda não recebi qualquer resposta.

Qual o custo de vida?

Ai mora o perigo!!! Ah gente, tudo é possível nesta resposta. Vou relatar como eu tenho vivido. Meus gastos fixos mensais são:

€ 300,00 no aluguel de um quarto, em um apartamento dividido com outros estudantes;

€ 15,00 com um plano de celular que dá direito a muitas ligações e mensagens nacionais e 5Gb de internet (o valor aumenta conforme a necessidade de internet – que não é ilimitada);

€ 35,90 com um vale para transportes públicos – direito de usar todos os transportes dentro de Lisboa, ilimitadamente por 30 dias (confira mais aqui e aqui);

€ 167,00 da mensalidade da faculdade (propinas);

Além dessas despesas fixas, têm os custos com restaurantes, mercados, farmácias, roupas, besteiras, passeios, viagens e tudo mais. Nos meses sem viagens eu gasto em média um total de 900,00 euros, porque sou muito econômica. Se você for relaxado, prepare-se para um custo muito maior.

Mas reafirmo…. tudo depende do seu grau de exigência: tenho amigos gastando 200 euros em um quarto partilhado, e outros pagando 1.800 euros em um apartamento.

 

 


NOVO: Já conhece as vídeo-aulas? Acesse aqui e aprenda sobre o novo CPC de forma leve e descontraída.

Como já sabem, vou seguir com publicações frequentes aqui no site, e em minha página do Facebook, e além da coluna no JusBrasil. Me acompanhe e fique por dentro das novidades do Processo Civil.

,